02 junho 2015

Portalegre: como preparar as crianças para o futuro

Ontem era o Dia da Criança.

Qual a melhor maneira para festejar? Opinião pessoal: preparando as crianças para o futuro.
Para boa sorte, não sou o único a achar isso.

O Município de Portalegre (Alentejo, Portugal), em colaboração com a Polícia, teve uma ideia genial.
Nada de descrição, bem melhores são as imagens.

Em primeiro lugar é necessário um mínimo de preparação. Dividem-se as crianças em dois grupos, ambos devidamente apetrechados: um com capacetes e escudos, o outro com bolas de papel.

Em Portalegre fizeram as coisas em grande e complementaram tudo com verdadeiros carros da polícia.

Tanto para que nada faltasse.


A seguir os dois grupos são postos um na frente do outro.



E agora a parte mais divertida e pedagógica: o confronto entre os demonstrantes e as forças policiais.
Os primeiros atacam a polícia com as bolas de papel enquanto os segundos, sob as atentas indicações dum agente, se defendem.


Obviamente, sendo crianças, não houve uma carga das forças policiais que respondesse ao ataque: uma pena, sem dúvida, porque teria tornado o simulacro ainda mais completo. Evidentemente a carga fica para o ano próximo, quando os putos estarão um pouco mais crescidinhos.

Falta o áudio, pelo que não sabemos se houve slogans e insultos. Sem palavrões, óbvio (sempre crianças são!) mas algo como "Governo ladrão" ou "Não se mexe nas semanadas" teriam ficado muito bem.

Todavia as bases para o futuro estão lançadas: as crianças já mexem os primeiros passos naqueles que será o risonho futuro uma vez entrados na sociedade civil. Uma grande ideia, perante a qual não posso fazer outra coisa a não ser dobrar-me. Até gostaria de conhecer pessoalmente o indivíduo cuja mente brilhou na escuridão com tamanha ideia inovadora: deve ser uma pessoa especial, muito à frente. Provavelmente um incompreendido, o mesmo destino de boa parte dos génios.
Em qualquer caso: os meus sinceros parabéns.

Se posso permitir-me umas sugestões para as próximas edições: pondo de lado os lacrimogéneos por evidentes razões, não ficariam mal uns cassetetes (de tenra borracha, claro), algemas de plásticos e a possibilidade de prender alguns dos demonstrantes (por exemplo, fechando-os num canto escuro ao longo de 8 horas), com interrogatório incluído.

O taser pode ficar para o ciclo secundário.

Nota final: curiosamente, a última das imagens aqui apresentadas foi retirada da página Facebook do Município de Portalegre. Alguém com cérebro ainda trabalha na autarquia ou apenas um erro?


Ipse dixit.

Fontes: Facebook

2 comentários:

  1. Anónimo3.6.15

    Va la não se terem lembrado de levar o agente PSP de Guimarães.

    EXP001

    ResponderEliminar
  2. Anónimo3.6.15

    ahahaha ... mas realmente?!
    Estão de facto a preparar para o futuro!

    Nünø

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...