28 setembro 2015

O vosso partido: Vida e Morte

O vosso partido fala da...

Gerber

A Gerber nasceu em 1927 nos EUA, tornou-se um dos gigantes mundiais da nutrição para bebes. Mas o mercado americano não era suficiente: tinham que ir além. Então eis a lobby em Washington DC a partir dos anos '50 e os governos dos EUA que apoiam a empresa na sua batalha na Organização Mundial do Comércio em Genebra (OMC) para impor o leite artificial nos Países pobres, em detrimento do aleitamento materno (médicos corruptos que mentem às mulheres grávidas, etc.).

Resultado: em 49 Países pobres a Gerber impõe os seus produtos, mas cerca de um milhão e meio de crianças morrem ou crescem sub-nutridas durante 30 anos porque esses produtos são muito caros e porque as mães pobres e sem instrução ficam convencidas de que o leite delas é inferior.

Em 1994 a Gerber é fundida com a farmacêutica Sandoz, dois anos mais tarde com a Novartis e em 2007 é adquirida pela Nestlé, que continua com a mesma política até recentemente. Ver caso do leite radioactivo na Índia.

O vosso partido fala da Gerber? Da Nestlé? Faz os nomes? Lembra aquele milhão e meio de homicídios? Não? Então fala de quê? De "proteger a infância"? E como?

O vosso partido fala da Gerber? Da Nestlé? Faz os nomes? Lembra aquele milhão e meio de homicídios? Não? Então fala de quê? De "proteger a infância"? E como? 


Dalbert Internacional e Retailco

A primeira é americana, a segunda italiana. Facturam entre 1,5 e 5 milhões de Dólares por ano, vendem o mineral coltan, o mesmo que está no nosso telemóvel, smartphone, tablet. O coltan é extraído no Congo e a guerra para a sua conquista e extracção tem provocado 2 milhões e 460 mil mortes entre a população local (estimativa conservadora da ACNUR).

O vosso partido fala da Dalbert Internacional e da Retailco? De quanto custa em termos de vidas humanas o vosso telemóvel? Não? Lembra dos mais de 2 milhões de mortos que ficam atrás do vosso tablet? Não? Então fala de quê?


Kissinger, Obama e Putin

O ex-secretário de Estado Henry Kissinger, os actuais presidentes americanos Barack Obama e o russo Vladimir Putin (sim, o mesmo tantas vezes defendido aqui também: mas de vez em quando não faz mal tratar dos aspectos menos simpáticos, não acham?) são directamente responsáveis ​​por um total (ainda não calculado) de milhões de mortos na Indonésia, Iraque, América Latina, Rússia e Tchetchenia.

O vosso partido fala do número incalculável de mortos provocados por estes senhores? Faz os nomes deles, dos lugares, das datas, das razões? Não? Então fala de quê? De "ajudar os mais desfavorecidos"? E aqueles milhões de desgraçados que morreram não eram suficientemente desfavorecidos?


BigPhrma

BigPhrma (que todos no mundo escrevem errando BigPharma...ehm, eu também...mas também Wikipedia!) é o conglomerado mundial das multinacionais dos medicamentos. Cada vez que um de nós não estiver bem, coloca a vida nas mãos da BigPhrma, sabiam? Ok. Apenas um dos produtos BigPhrma, o Vioxx (da Merck) provocou entre 60.000 e 100.000 mortes (segundo as estimativas) porque intencionalmente comercializado apesar dos estudos prévios terem demonstrado o perigo, que incluía a possibilidade não tão remota de enfartes.

Aquele do Vioxx é apenas um dos 200 escândalos que envolvem a BigPhrmatimativas).
O vosso partido fala do Vioxx, daqueles 60-100 mil mortos, da BigPhrma? Não? Então fala de quê? Da "saúde como um direito inalienável de todos os cidadãos"? Mas explica quem fica atrás e quem ganha com aquele "direito inalienável"? Faz os nomes? 


Crise

O vosso partido explica que criar lugares de trabalho numa Economia dominada pela Finança não resolve as crises? Aliás, é apenas uma maneira para alimentar ainda mais as manobras especulativas financeiras e perpetuar assim o estado de crise? Não fala disso? Nem disso?

Mas desculpem: o vosso partido não fala dos mortos, não fala dos vivos... afinal fala de quê?
Assim, só para saber...


Ipse dixit.

Fonte: Paolo Barnard

11 comentários:

  1. Já estou sentindo os barulhos das vespa.

    ResponderEliminar
  2. Como não tem morte apos a vida, eu aposto que eles sabem disto.

    ResponderEliminar
  3. Os vossos, os nossos, os seus partidos, se um dia falaram de ideias, se um dia com verdades se envolveram, hoje isso não mais existe. Assim como o capitalismo virou "neo capitalismo", especulativo ou financeiro, tanto faz, o partidarismo virou "neo partidarismo", grupelhos de afinidades com um certo grupo de poder, ou de domínio, de influência, tanto faz também.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo29.9.15

    QUANTOS NEGROS EXISTEM NO PSDB?
    O horário político do PSDB mostrou como usar o BRASILEIRO NEGRO
    para fazer o serviço sujo dos TUCANOS de olhos azuis que saqueiam e
    sucateiam tudo por onde passam e se postam de gente honesta.
    QUANTOS NEGROS EXISTEM NO PSDB?
    alckmin-fhc-serra-aécio = QUE COISA HORRÍVEL,
    PSDB fez o último serviço sujo de sua existência.
    Essa propaganda selou o fim de uma gang que assola o brasil desde 1995
    P.S.D.B.= Partido só De Bandidos ---- R.I.P.
    NUNCA VI NADA TÃO SÓRDIDO NA POLÍTICA NACIONAL.

    ResponderEliminar
  5. Max o artigo original não cita Obama... porque então foi citado por você, já que a fonte foi o artigo em Italiano http://paolobarnard.info/intervento_mostra_go.php?id=1294????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raramente traduzo de forma literal. Aliás, posso dizer: praticamente nunca. Quando isso acontece, costumo usar a citação (texto menos largo do artigo ou entre aspas).

      As fontes que aparecem no fundo de cada artigo:
      A - relatam factos importante que eu traduzo literalmente (como vimos, raramente)
      B - relatam factos importantes que depois eu sintetizo (e o Leitor pode controlar a veridicidade de quanto afirmado)
      C - são uma... "inspiração", isso é: daí parto para escrever algo também meu (então o Leitor pode controlar donde vem a ideia original, pois não quero "fazer-me bonito" com as ideias dos outros).

      O artigo original de Paolo Barnard pertence ao caso C e nem tem como assunto os partidos políticos.

      Porque Obama? Por duas razões.

      A primeira é que é um contrapeso perante Putin: afinal são ambos Presidentes e não gostava da ideia de "falar mal" só duma das duas partes, pois Kissinger é "apenas" um conselheiro hoje em dia (ok, um "conselheiro" muito especial, verdade...).

      A segunda razão, bem mais importante, é que o simpático Obama é directamente responsável por milhões de mortos: a assinatura nas autorizações no caso de invasões, operações especiais etc. é dele, não de Kissinger ou de Brzezinski. É ele, o Nobel da Paz, que assina e autoriza. Por isso, acho que merece um lugarzito entre os "melhores do planeta", apesar da imprensa ocidental esquecer com demasiada frequência (na pratica: sempre) quantas vidas custou e ainda custa este "campeão" da Paz.

      Abraçoooooooo!!!!!

      Eliminar
  6. Em vez de: Big Pharma usar o real Pharmáfia, que é como realmente se comporta.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo30.9.15

    O PT É O PIOR PARTIDO DA HISTÓRIA DO BRASIL (NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESSE PAÍS...) E ME VEM UM LUNÁTICO ATACAR OUTRO PARTIDO APENAS POR IDEOLOGIA! MEU AMIGO, ASSUMA VOCÊ FOI TRAÍDO, LHE ENGANARAM, VOCÊ NÃO TEVE CULPA, MAS NÃO SEJA HIPÓCRITA DE DEFENDER OS PIORES ASSASSINOS DA NAÇÃO"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Babeuf30.9.15

      Estude a história não convertida em propaganda dos europeus anglo-saxões, dominantes na colônia judaica chamada de Terra Brasilis, e só assim conseguirás deixar de ser tão reducionista.

      Eliminar
  8. Anónimo5.10.15

    Reducionismo é tentar mascarar suas mazelas botando culpa na História, reducionismo é creditar a um outro partido o início da corrupção no Brasil, reducionismo é achar que existem "bandidos bons" (Lula, Dilma e Dirceu" e "bandidos maus" (PSDB e Cia), reducionismo é o pensamento maniqueísta nós (comunistas, socialistas, esquerdistas e outros ISTAS0 versus eles (direitistas, capitalistas, moralistas, etecetristas). Triste, igual nosso país que está no leito de morte...

    ResponderEliminar
  9. Neste blog: http://xatoo.blogspot.pt/ afecto ao Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses, são abordados temas de bastante importância normalmente "desconhecidos" do panorama partidário/político português.

    Recomendo a leitura dos vários artigos nele publicados que vão para além da ideologia política defendida no blog.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...