21 outubro 2016

Rastos Químicos? Bah...

...e vamos jogar aos conspiracionistas.

Como os Leitores do blog sabem, estou bastante desconfiado quando o assunto forem os rastos químicos. Há algo que não me convence. Mesmo assim, eis algumas imagens tiradas no dia 1 de Outubro em Italia, perto da localidade de Ovada (Província de Alessandria).


Trata-se do céu visível a partir do jardim da casa da minha mãe, direcção Norte.



Mesma hora, mesmo lugar, desta vez o céu na direcção Leste. Espectáculo interessante, tive que ir buscar o telemóvel e tirar umas fotografias. Depois esperei para ver passar um outro avião. E passou.


Sendo a câmara utilizada a do telemóvel, com o zoom no máximo, o resultado não é dos melhores: mas é suficiente para observar um avião que transita aparentemente no interior dum rasto (na verdade deve ter sido mais acima), sem deixar rasto nenhum.


Outro lado do céu, outro avião: aqui mal se vê mas juro que está um avião lá! Também neste caso sem rasto nenhum. Fui tomar o pequeno almoço, depois voltei: passado uns 20 minutos a situação era a seguinte:


Os velhos rastos estavam a desaparecer enquanto nenhum rasto novo era formado e isso apesar do transito de aviões continuar. Achei isso curioso.

Nada percebo de aviões ou de condições meteorológicas em alta quota, pelo que as minhas são as observações duma pessoa ignorante: afinal este pode ser um fenómeno perfeitamente normal, só não entendido por mim.

Fui controlar as aerovias da zona no site SkyVector e, de facto, no círculo vermelho (que deve representar a zona do céu visível a partir do jardim) as rotas (linhas azuis) formam um padrão bem parecido com aquele fotografado.


Caso fechado?


Ipse dixit.

6 comentários:

  1. Anónimo21.10.16

    Boas Max. Muito provavelmente são apenas Contrails!

    Aqui, porque uns aviões os deixam e outros não:

    http://contrailscience.com/why-do-some-planes-leave-long-trails-but-others-dont/

    Phi

    ResponderEliminar
  2. Moro em Salvador, Bahia, Brasil... um tempo atrás estava em um município a 240 km daqui, que não é rota de avião, e por diversas vezes a mesma aeronave, sobrevoou a região, rastro... infelizmente não tenho mais a foto, mas garanto que foi a mesma aeronave, voando a mesma altitude e em diversas vezes passou em sentido horizontal onde estava(perspectiva) criando uma espécie de diversas ondas(formato do desenho no céu)... Qual a necessidade de um mesmo avião sobrevoar e soltar um rastro, na mesma região e hora???

    ResponderEliminar
  3. Caros amigos, aos quem preferem "pesquisar" antes de opinar, segue um link de minhas constantes atentas observações.
    http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2010/09/chemtrails-existem-nos-ceus-do-brasil.html

    Espero estar contribuindo; na paz da gratidão.

    ResponderEliminar
  4. Sobre este assunto também não tenho opinião formada.
    Faço parte de um grupo que só discute Chemtrails, e por lá passa um pouco de tudo; Desde fotos de aviões modificados para pulverizar químicos em cima das nossas cabeças, até inúmeras fotos de rastos químicos no céu.
    Mesmo assim, continuo com muitas dúvidas sobre o tema.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22.10.16

    Se calhar não reparou que os rastos se iam espalhando até formarem "falsas nuvens" e depois se espalharam ainda mais até deixarem o céu todo branco? Aqui onde eu moro, em Braga, acontece frequentemente. A propósito: pesquise "morgellons disease".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22.10.16

      Já conheço a 'morgellons disease' há vários anos. Só estou á espera de ver alguém com essa doença. Eu sei que existem fotos de pessoas que alegadamente têm a 'morgellons disease', mas ainda não consegui confirmar a veracidade dessas fotos.

      Krowler

      Eliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...